sexta-feira, 3 de julho de 2020

Polícia Civil liberta mulher que estava em cárcere privado e desmonta fábrica clandestina de armas de fogo no interior do Maranhão

Fábrica clandestina foi desmontada.
A Polícia Civil conseguiu libertar, na terça-feira (30), uma mulher que era mantida em cárcere privado pelo companheiro no interior de uma casa, a 55 km do centro da cidade de Bom Jesus da Selvas. No local, funcionava uma fábrica clandestina de armas de fogo.

A vítima, identificada apenas pelas iniciais D.C.N, encontrava-se em situação de vulnerabilidade. Ela confessou estar sendo mantida em cárcere privado e estar sofrendo ameaças constantes de seu companheiro, de iniciais C.R.M. O homem, ao avistar a presença da polícia, fugiu do local deixando para trás sua motocicleta e seus pertences.
Na residência, os policiais encontraram uma oficina clandestina, sendo apreendidas várias armas de fabricação caseira, moldes de armas e ferramentas que eram usadas na fabricação e reparo das mesmas.
Foi prestado o auxílio para que a vítima deixasse o local com seus pertences, salvaguardando sua integridade física, fazendo-se cessar qualquer violência contra a mesma. A Polícia Civil continua diligenciando para tentar prender o criminoso.
A operação foi coordenada pelos delegados Anderson Oliveira, de Bom Jesus das Selvas, e Wellington Fabiano, de Buriticupu.

Do Blog do Gilberto Lima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O titular deste blog não se responsabiliza pelos comentários aqui feitos, por tanto, seja moderado e não ofenda ninguém!