Funai diz que ataques a índios no Maranhão pode ter ligação com assaltos na região - Blog Informativo Online

PLANTÃO DE NOTÍCIAS

Home Top Ad

Anuncie conosco

Post Top Ad

Anuncie conosco

domingo, 8 de dezembro de 2019

Funai diz que ataques a índios no Maranhão pode ter ligação com assaltos na região

Raimundo Guajajara morreu durante o ataque a
 índios em Jenipapo dos Vieiras no 

Maranhão — Foto: Divulgação/Apib
O ataque a índios da etnia Guajajara na BR-226, neste sábado (7), pode ter relação com os constantes assaltos que acontecem no trecho da rodovia federal no município de Jenipapo dos Vieiras, de acordo com Guaraci Mendes, coordenador da Fundação Nacional do Índio em Imperatriz (Funai). A ação criminosa terminou com a morte dos caciques Firmino Silvino Guajajara e Raimundo Bernice Guajajara. Outros dois índios ficaram feridos, entre eles Nelsi Guajajara.

"Pessoas mal intencionadas se aproveitam da má preservação da BR dentro do território (indígena) para cometer ilícitos. Aproveitam também a falta de policiamento. Então isso (assaltos) acaba se associando à imagem dos indígenas, e por conta disso eles (índios) vinham recebendo ameaças", disse Guaraci Mendes.

Os indígenas da etnia Guajajara sofreram o atentado entre as aldeias Boa Vista e El Betel, no município de Jenipapo dos Vieiras, localizado a 506 km de São Luís. Firmino Silvino Guajajara morreu no local, enquanto Raimundo Bernice Guajajara morreu ao chegar à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jenipapo dos Vieiras. Raimundo deixou oito filhos.

Dois índios estão internados na UPA sob proteção policial. De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos do Maranhão, uma das vítimas está com "hemorragia interna, aguardando um representante da família para seguir a transferência para o Socorrão de Presidente Dutra". O outro índio hospitalizado foi atingido em uma das pernas, com previsão de alta para este domingo (8).

Segundo a Funai, os índios foram atacados logo depois de saírem da aldeia Coquinho, onde lideranças de várias aldeias da região participavam de uma reunião com representantes da Eletronorte, para tratar da compensação aos índios pela passagem do linhão de energia elétrica dentro das terras indígenas.

Do G1MA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O titular deste blog não se responsabiliza pelos comentários aqui feitos, por tanto, seja moderado e não ofenda ninguém!

Post Bottom Ad

Anuncie conosco

Pages