quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Assassino do jornalista Décio Sá é levado a júri popular no Maranhão

Jhonatan de Sousa Silva vai ser levado a júri popular.

assassino confesso do jornalista Décio Sá, o pistoleiro Jhonatan de Sousa Silva vai ser levado a júri popular nesta quinta-feira (28) no Fórum de Justiça de Santa Inês, a 250 km de São Luís, por um crime que ele cometeu em 2010.

No julgamento desta quinta, Jhonatan de Sousa vai ser julgado por um crime ocorrido no dia 12 de outubro de 2010. Ele é acusado de ter executado a tiros dois homens que jogavam sinuca com ele em um bar na zona rural de Santa Inês depois de uma discussão por causa de uma aposta no valor de R$ 5.

As vítimas Antônio Pereira Lima e Geraldo Araújo Pereira foram baleadas na cabeça. Na época Jhonatan usava um nome falso de Leandro da Silva Conceição.

Ele chegou a ser capturado pela Polícia Militar (PM) pouco depois do crime em um balneário na zona rural da cidade Pindaré, mas conseguiu escapar do flagrante porque na delegacia as pessoas que estavam com ele no bar foram arroladas no inquérito como testemunhas e não como cúmplices.

Só depois foi que Jhonatan matou o jornalista Décio Sá em abril de 2012 foi que a polícia descobriu que era ele quem tinha cometido o duplo homicídio em Santa Inês.

Esta é a segunda vez este ano que Jhonatan de Sousa Silva senta no banco dos réus. Em setembro deste ano ele foi julgado pelo assassinato de um preso dentro do presídio de Pedrinhas, na capital, mas foi absolvido.

Os jurados aceitaram a tese da legítima defesa. Ele confessou ter matado o detento Alan Kardec Dias Mota em janeiro do ano de 2018 porque estava sendo ameaçado por ele.

Do G1MA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O titular deste blog não se responsabiliza pelos comentários aqui feitos, por tanto, seja moderado e não ofenda ninguém!