quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Justiça manda soltar segunda acusada de matar mulher em Matinha

Acusadas.
A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão confirmou a decisão de soltar Tainar dos Santos e mandou libertar também a irmã dela, Tainara dos Santos. As duas são acusadas de matar a jovem Kelrry Daiana Ferreira Moizinho, de 25 anos, na cidade de Matinha.

O crime ocorreu no dia 09 de abril deste ano. Kelrry foi morta a facadas.

Na semana passada, o juiz de Matinha decidiu levar as duas à Júri Popular, que deverá ser marcado após julgamentos de novos recursos impetrados pela defesa das irmãs nesta semana.

Tainar dos Santos já tinha sido liberada por que tem um filho de 6 anos e, de ofício, os magistrados da Terceira Câmara Criminal decidiram também libertar a irmã dela. O julgamento foi realizado no último dia 26, mas a decisão foi disponibilizada nesta quarta-feira (28).
Kelrry Mouzinho foi morta a facadas
Todos os processos envolvendo as duas irmãs, no Tribunal de Justiça, correm em segredo de justiça.

“Unanimemente e de acordo com o parecer da Procurador Geral de Justiça, a Terceira Câmara Criminal confirmou a liminar deferida em favor de Tainar dos Santos e, de ofício, concedeu a ordem impetrada para substituir o decreto prisional pelas medidas cautelares previstas no art. 319, do CPP, determinando a expedição de alvará de soltura em favor da paciente Tainara dos Santos”, diz o despacho.

A decisão foi assinada pelos desembargadores Froz Sobrinho, Josemar Lopes e Tyrone Silva e pode ser conferida no documento abaixo.





Com informações de Jailson Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O titular deste blog não se responsabiliza pelos comentários aqui feitos, por tanto, seja moderado e não ofenda ninguém!