quarta-feira, 17 de junho de 2020

Imobiliárias vêm sendo solicitadas a flexibilizar pagamento de imóveis em São Luís durante a pandemia

Crédito: Pixabay

As coisas não estão nada fáceis em tempo de corona vírus, sabemos que muita gente acabou perdendo o emprego nessa pandemia, o que consequentemente prejudicou a capacidade das pessoas de cumprir com as suas dívidas, incluindo os pagamentos de parcelas de imóveis, bem como de aluguéis. Essa é uma situação com a qual as imobiliárias em São Luís precisam lidar, sendo difícil decidir o que fazer nessa situação. Por mais que seja difícil a situação de todos, o dono de um imóvel de aluguel também pode depender do dinheiro do imóvel para sobreviver. Por isso, as pessoas estão pedindo uma flexibilização dos pagamentos para as imobiliárias. 
Precisamos lembrar que uma série de atividades literalmente pararam nesse período de quarentena, o que fez com que a economia se estagnasse em muitos setores. Afinal, se uma empresa não produz, ela fica sem dinheiro para pagar os seus funcionários. Muita gente não conseguiu o auxílio emergencial do governo também, o que prejudica ainda mais a situação. Mas, mesmo para aqueles que receberam, a situação pode não ter se resolvido, dependendo de qual era o padrão de vida da pessoa. Afinal, seiscentos reais não vão resolver a vida de ninguém, essa é que é a verdade. 
A situação financeira das pessoas está prejudicada, mas nesse momento cuja a gravidade é enorme e complicada de sair, a flexibilização do aluguel pode ser uma verdadeira dádiva, resolvendo muitos dos seus problemas. Saber falar e expor a situação é crucial para conseguir o desconto, não podendo inventar nenhuma desculpa mirabolante. E nem sequer é necessário fazer isso, muitas imobiliárias e donos de imóveis em São Luís estão dando um desconto sem nem ao menos a pessoa pedir. Portanto, se você ainda não conseguiu essa flexibilização no seu pagamento mensal, ou se está pagando alguma mensalidade para comprar apartamento em São Luís no futuro, contate a sua imobiliária e negocie com ela um valor que seja bom para os dois lados. 
Negociação de pontos comerciais 
No caso das pessoas que estão penando para pagar o aluguel do seu imóvel comercial, onde funciona o seu negócio, é crítico que ela tente conseguir a flexibilização do pagamento o mais rápido possível. Como já dito aqui, muitos setores da economia praticamente pararam, fazendo com que empresas inteiras ficassem completamente paradas. Imagina o quão danoso isso é para uma empresa que possui funcionários para pagar, impostos, dívidas e tudo o mais. Com certeza, esse momento é crítico até mesmo para a própria sobrevivência de muitos negócios. 
Uma dica é apresentar documentos que provem que a empresa se encontra fechada no momento, totalmente sem lucrar com nenhum de seus serviços. No caso de você estar aberto, mas ter um faturamento muito inferior por conta da pandemia, apresente documentos que comprovem a sua situação e demonstrem a sua impossibilidade de pagar o aluguel por inteiro no momento. É preciso provar que a sua empresa está correndo risco sério de fechar as portas, se a imobiliária te ter como um bom cliente, que sempre paga o aluguel em dia e que é sempre alguém fácil de lidar, não há porquê ela não considerar analisar um possível desconto para você.
Os donos de imóveis e as imobiliárias, estão vendo que a situação pode ficar ainda mais difícil no futuro, com eles inclusive perdendo muitos dos seus inquilinos, por conta da crise econômica ainda maior que está por vir. Precisamos lembrar que antes do corona vírus, o Brasil já passava por um período difícil nas suas finanças. No que diz respeito ao mercado imobiliário, é notável que muitos imóveis comerciais se encontravam parados em grandes centros de comércio, resultado de uma economia que já não era fértil para novos empreendimentos. Caso você esteja passando por dificuldade para pagar o seu ponto, saiba que as imobiliárias estão muito preocupadas com o futuro, o que pode fazer com que elas flexibilizem o pagamento do aluguel. 
Negociação de imóveis residenciais 
Para você que realizou o sonho de comprar um dos terrenos à venda da sua região para construir a sua casinha, ou para quem comprou um apartamento na planta e ainda está pagando as primeiras parcelas, as imobiliárias também estão recebendo muitos pedidos do tipo. A verdade é que a pandemia demandou uma reformulação completa de todo o mercado, deixando grande parte das pessoas com parcos recursos para sobreviver. Nessa situação, com certeza seria ainda mais difícil negociar as suas propriedades, caso elas viessem a serem confiscadas por falta de pagamento. Assim, dar o desconto para a pessoa necessitada, é a forma mais simples de garantir algum recurso nesses tempos difíceis. 
É preciso lembrar, no entanto, que nem a imobiliária e nem o proprietário são obrigados a dar o desconto pedido, isso vai muito mais do senso e dos pensamentos que a pessoa terá, acerca de toda essa situação do país. As novas condições deverão ser estabelecidas após muita conversa entre as partes, não deixando nenhuma aresta a ser aparada. Também, é preciso pensar que seria desastroso ficar sem um inquilino nesse momento de pandemia, afinal, muitas pessoas perderam o emprego e não possuem condições de mudar de casa. Assegurar o locador que se possui, é uma necessidade para muitas imobiliárias, o que faz com que muitos descontos venham a ser dados de maneira rápida. 
O primeiro passo de tudo, é sempre procurar a imobiliária que a pessoa fez o seu contrato, expondo toda a sua situação e sendo muito sincero, não tentando inventar nada e nem enrolar ninguém. Muitas pessoas estão recebendo descontos de 20 a 30 por cento do valor do aluguel, o que pode ser um verdadeiro alento, para quem está lutando para não se endividar, durante toda essa crise. 

Para você que curtiu o nosso artigo sobre as imobiliárias que vêm sendo solicitadas a flexibilizar o pagamento de imóveis durante a pandemia, fica aqui o convite para voltar ao nosso site e ler mais alguns dos nossos artigos. Você não irá se arrepender! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O titular deste blog não se responsabiliza pelos comentários aqui feitos, por tanto, seja moderado e não ofenda ninguém!